A Look at the Portuguese World

ptenfrdees

 

h facebook h twitter h pinterest

8º Festival do espontâneo

Written by 

 

A 8ª edição traz até ao Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra,  um dos melhores cartazes do universo da improvisação teatral da actualidade.

Foi no ano de 2012, que a companhia de improvisação teatral, Instantâneos, produziu a primeira edição do ESPONTÂNEO. Ao longo das suas 7 edições, o ESPONTÂNEO, foi responsável por trazer até Portugal, dezenas de improvisadores de todo o mundo e afirmou-se como o único evento internacional de improvisação teatral, no nosso país.

O festival mantém, como principal força motriz, dar a conhecer ao público português, artistas e espectáculos de referência mundial, que demonstrem de forma inequívoca, o quanto esta arte é heterogénea, eclética e abrangente.

Tudo isto tornou o Espontâneo numa referência além-fronteiras e faz de Portugal, um ponto de passagem obrigatório para improvisadores de todo o mundo. A solidez artística deste projecto, granjeou-lhe a nomeação para o Iberian Festival Awards 2019, na categoria de Melhor Festival Não Musical.

Aproveitem esta viagem única e improvisada, sempre em direcção ao desconhecido.

O melhor improviso do universo acontece aqui!

PROGRAMA

28 Março

21h30 – Phil Lunn (UK) “Phil Lunn is…”
22h30 – Impro Ensemble

29 Março
21h30 -Keng Sam & Damien Fontaine (Reunion Island) “Instant T”
22h30 – Grupo Risco (BR) com Rafael Pimenta

30 Março
21h30 – Impro Esemble
22h30 – ImproTop (MX) “ImproBroadway”

31 Março
21h30 – ImproMime (BR) “Solidões Públicas” com Fábio Lins (Director ImproMime e MC do grupo Barbixas)
22h30 -Encerramento do Festival

 

CONVIDADOS 2019

Instantâneos

Portugal
A companhia portuguesa, Instantâneos, tem feito um percurso único na expansão da improvisação teatral em Portugal. Oficialmente criados em 2011, têm construído uma base sólida de seguidores e  concebido alguns dos espectáculos mais consistentes no panorama nacional, tais como “Evaristo”, “Ser ou Não Ser Shakespeare” , “Death Machine” e mais recentemente o grande sucesso de ilheteira, “Nocturnus – Os Contos Improvisados de Edgar Allan Poe”.
Em 2015 representaram Portugal no FESTIM, Festival Internacional de Improvisacion de Madrid. Desde 2012 que são os responsáveis pela produção do único festival internacional de improvisação teatral no nosso país, o Espontâneo. 

Estarão em palco na edição de 2019, para improvisar nos Impro Ensembles.

Os Improváveis
Portugal

“Os Improváveis” são uma companhia profissional de improvisação teatral, criada em 2008. Pioneiros da improvisação long form em Portugal, estrearam na 3ª edição do ESPONTÂNEO, o seu espectáculo, “IMPROFADO”. Mais recentemente, em 2018, estrearam o formato original “Beca Beca”, no Teatro Villaret . Os sucessivos sucessos obtidos, consagram “Os Improváveis” como uma das referências da improvisação, em Portugal.

Regressam este ano para mostrar a sua arte nos Impro Ensembles.

Cardume – Colectivo de Impro
Portugal 

O Cardume é um grupo de teatro de improviso que sobe aos palcos desde 2015, com o objectivo de explorar a arte da dramaturgia improvisada. Desde então têm apresentado espectáculos como O Bairro, uma peça com princípio, meio e fim, onde se improvisa as histórias de vidas que se cruzam no mesmo bairro imaginado ou Memórias de Peixe, que vai beber às recordações tanto dos que veem, como dos que fazem o espectáculo, para construir novas cenas e memórias. Em comum, os seus espectáculos têm o trabalho e a generosidade do grupo, a procura do local onde o humor e a poesia se intersectam e o amor ao improviso.
Os Cardume estarão presentes nos Impro Ensembles, desta edição do Espontâneo.

Zeca Carvalho
Brasil

Zeca Carvalho é actor, improvisador, encenador, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, e investigador de pós-doutoramento no Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Com mais de 30 anos de carreira em artes performativas, participou de dezenas de espetáculos teatrais, filmes de cinema e produções televisivas, tendo sido contratado de longo prazo pelas duas maiores emissoras de TV do Brasil. Fundou três grupos de teatro-desporto, com os quais obteve importantes prémios brasileiros e sul-americanos. Ministrou workshops de impro para actores e não-actores em  instituições de ensino superior, colectivos artístico-culturais e organizações empresariais. Em 2017, foi o director artístico do primeiro Festival Universitário de Teatro de Improviso do Brasil.

Kaspars Breidaks
Letónia

Kaspars é um conceituado radialista da Letónia e apresenta um dos programas de rádio de maior sucesso a nível nacional. A par disto é um dos principais promotores da improvisação teatral no país e há cerca de 3 anos atrás, criou a escola “The Joy Of Life School”, onde utiliza as técnicas do improviso, como ferramenta para enriquecer as capacidades de comunicação e a abertura de espírito de quem o procura. Estudou improvisação na mítica escola de Chicago, Second City e tem sido uma presença assídua em diversos festivais internacionais de improviso, como representante da Letónia.

Domenico (Mico) Pugliares
Itália

Este improvisador italiano nascido na Sicilia em 1967 e actualmente residente em Milão, conta já com uma longa carreira teatral, iniciada em 1985. Desempenha o cargo de director da Escola de Improvisação Teatral “Teatribú”. Mico é uma das grandes referências europeias, no que diz respeito ao ensino desta técnica teatral e tem ensinado um pouco por toda a Europa.
Mico é também um actor de teatro de texto e tem-se apresentado em algumas das mais importantes salas de Itália, entre as quais se destaca o Piccolo Teatro di Milano. Regressa agora a Portugal, a solo, um dos mais inspiradores improvisadores da actualidade.

Marco Gonçalves
Brasil

Improvisador desde 2003, foi formado na Cia do Quintal, no espectáculo pioneiro, “Jogando no Quintal”, no qual permaneceu durante 10 anos. Faz, desde 2008, parte elenco do espetáculo  Improvável”, do famoso colectivo brasileiro, Barbixas. É também co-criador do formato “Noite de Improviso”, apresentado semanalmente no Comedians Club, no qual partilha o palco com grandes nomes da improvisação brasileira, entre os quais Márcio Ballas. Em Portugal integra, na SIC, o programa “D’improviso” e no Multishow, no Brasil, faz parte do elenco e é redactor, do programa “Lady Night”, com Tatá Werneck. Estreia-se no palco do Espontâneo, como convidado especial do Grupo de Risco.

Phil Lunn
“Phil Lunn is…”
Reino Unido

Phil Lunn é um dos mais conceituados improvisadores do Reino Unido. Quer seja a improvisar em palco ou atrás do piano, Phil demonstra sempre, porque é considerado um dos artistas mais  Talentosos e multifacetados, da cena londrina. Já actuou diversas vezes no Edinburgh Festival Fringe e trabalha com alguns dos maiores coletivos de improviso ingleses, como os Music Box, Hoopla, Silly String Theory e os The Maydays. Apresenta-se pela primeira vez a solo em Portugal, com o seu aclamado espectáculo “Phil Lunn is..”. Neste espectáculo, Phil Lunn assume o corpo de uma cantora de cabaret, que através de uma divertida conversa com o público, cria músicas únicas e completamente improvisadas.

Keng Sam & Damien Fontaine
“Instant T”
Ilha da Reunião

Keng Sam e Damien Fontaine chegam da paradisíaca Ilha da Reunião, no Oceano Indico. Keng Sam é o director artístico do único festival internacional de teatro de improviso na Ilha da Reunião, o FERIIR Festival (International Improv Festival of Reunion) que acontece uma vez por ano. O jovem improvisador Damien Fontaine afirmou-se como um dos grandes nomes da improvisação na cena local e em 2017 une-se á companhia de improvisação “La Bagasse”. Este duo traz consigo o formato “Instant T”, no qual a inspiração, para as diferentes cenas improvisadas, vem de uma playlist musical escolhida pelo público. Um formato com uma abordagem musical e física, que promete levar o público a universos poéticos e cómicos, sempre com a música como cenário de fundo.

Impromime
“Solidões Públicas”
Brasil

IMPROMIME é um grupo internacional com sede em São Paulo / Brasil, composto por um grupo de artistas com expertise nos fundamentos da Mímica | Teatro Físico e também no Teatro da  improvisação.Após um longo estudo no Centro de Pesquisa e Criação da Mímica Total do Mestre Luís Louis, o grupo IMPROMIME foi fundado em 2016 e é liderado pelo director e mestre de
improvisação, Fábio Lins. Criadores de um teatro visual, que estabelece uma atmosfera mágica e subtil, que pretende honrar a profundidade e a importância da escuta, da comunicação através da mímica, da essência da comunicação humana e do silêncio. Essa pesquisa resultou num espetáculo de formato longo, chamado Museu de Histórias, que foi apresentado no Festival Internacional IMPRO AMSTERDAM 2018. Nesta estreia absoluta em território nacional, os IMPROMIME trazem consigo o formato “Solidões Públicas”, no qual exploram a mimica e o silêncio para improvisar histórias inusitadas com o público.

Grupo de Risco
“O Baile”
Brasil

O Grupo de Risco, da cidade de São Paulo, tem um papel central no movimento de improvisação teatral do Brasil. Nos últimos dois anos, o grupo dedicou-se ao aprofundamento da pesquisa da linguagem em torno da relação com o espectador e da dramaturgia improvisada através do Improfesta, o principal encontro de artistas improvisadores do país. O Grupo de Risco é formado por Rafael Pimenta, Juliana Mesquita, Luciana Esposito, Paula Silvestre e Tamara Borges, artistas que produzem e actuam nos principais espetáculos de improvisação do país - Improvável, Jogando no Quintal e Relicário - em parceria com diferentes companhias. Nesta estreia absoluta em Portugal trazem consigo o formato “O Baile”. Baseado na obra Le Bal, do grupo francês Thêátre du Campagnol, e no filme de Ettore Scola, a peça possui uma estrutura de jogo e, portanto, é improvisada. A direção convida os artistas a criarem uma personagem para si. Sem guião ou diálogos escritos para guiá-los,
eles devem contracenar e construir situações a partir da música e das decisões da plateia. Em “O Baile”, convidados de uma festa dançam e divertem-se, mas são surpreendidos pela notícia de um assassinato. O público decide o papel que as personagens terão no crime, determinando o rumo da história, e ajudam o Detetive a desvendar o mistério que o envolve.

improTop
“ImproBroadway”
México

improTOP é uma consagrada companhia de improvisação teatral do México, fundada no ano 2004 por Fabian Garza. A forte vertente musical dos improTop, levaram-nos a criar diversos espectáculos de sucesso, quer para o público adulto, quer para o infantil. Em 2012, o formato “Os Contos Mexidos para Crianças Perversas”, é vencedor do Prémio Asas e Raízes, na categoria de Melhor  espectáculo de Teatro. Em 2018, após um longo trabalho de investigação, em conjunto com o grupo Seña y Verbo: Teatro para Surdos, estrearam o espectáculo improvisado sem palavras, “Acting”.
Estreiam-se agora num palco do Espontâneo, com o aclamado espectáculo musical, “ImproBroadway”. “ImproBroadway” é uma comédia improvisada ao estilo dos musicais da Broadway.
Através de uma simples sugestão, os improTop criam tudo no momento, as músicas, as coreografias e todo o universo de personagens, que irão povoar uma narrativa completamente improvisada.
Este foi o primeiro espectáculo de improvisação teatral e subir ao palco do mítico AuditórioNacional LUNÁRIO, na Cidade do México. Impro Ensembles Os Impro Ensembles têm-se tornado, ao longo das várias edições do Espontâneo, um dos pontos altos do festival. Estes espectáculos, compostos por um elenco de improvisadores nacionais e internacionais, são um exemplo das infinitas possibilidades da linguagem da improvisação, que não conhece fronteiras ou barreiras linguísticas. Cada impro ensemble, é um momento único de criação artística, só possível com o improviso.

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.

FaLang translation system by Faboba

Podcast

 

 

 

 

Eventos


loading...