Um olhar sobre o mundo Português

ptenfrdees

 

                                                                           

h facebook h twitter h pinterest

O meu aniversário

Escrito por 

É um dia que merece um duplo parabéns de uma mulher para o mundo.

O dia internacional da mulher é uma efeméride importante para mim por vários motivos, primeiro porque sou mulher e gosto de o ser e infelizmente temos de continuar a assinalar esta data na maioria dos casos nem sempre pelos melhores motivos, no caso de Portugal, as diferenças no género ainda são gritantes, basta olhar para os resultados do último estudo publicado pela Pordata, que demonstrou que existe uma diferença salarial entre homens e mulheres de cerca de 30% e que esse valor é ainda mais acentuado nos dias de hoje do que nos anos 80! Dá para acreditar?! Também não quero deixar passar em branco a morte de 26 mulheres vítimas de violência doméstica, um flagelo que só demonstra o que ainda há muito por fazer em termos sociais e culturais em prol da igualdade e respeito pelo sexo feminino no nosso país.
Numa escala mais global, tenho de mencionar os milhões de mulheres anónimas que todos os dias são traficadas, que não tem acesso a cuidados de saúde, a uma educação e uma vida condigna e quero sublinhar que não devemos esquecer nunca as meninas nigerianas que ainda não foram devolvidas as suas famílias. As minhas palavras perante estes flagelos humanitários parecem tão frágeis, pequeninas e quase supérfluas, mas a minha pena, embora virtual, continua a ser a minha única aliada nesta luta desigual.

Contudo, hoje também é um dia de celebração e grandes conquistas, a revista yvi, comemora quatro anos de existência, de intenso trabalho, com algumas batalhas ganhas e outras perdidas, mas no geral continuo com um balanço muito positivo e devo acrescentar que depois de uma nova análise aos dados do "google analitics" começo a pensar que a minha revolução de mentalidades começa no sexo masculino, é verdade, eles continuam a ser os mais “fiéis” leitores, 54,15% em relação a ala feminina. Em termos de geográficos, Portugal continua na liderança, seguido surpreendentemente pela Venezuela e um honroso terceiro lugar, estável, do Brasil. No meu restante top 10, por ordem decrescente, sou lida, pela Espanha, EUA, Bolívia, Colômbia, México, Alemanha e França. A América latina continua na liderança em termos de um maior impacto, o que desde já agradeço e me deixa muito feliz!

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.

FaLang translation system by Faboba

Podcast

Eventos


loading...